Concurso TCM

Notícias

A+
A-

O gestor José Elísio Sobrinho foi denunciado por despesas irrazoáveis no exercício de 2012, principalmente em período vedado por lei.

26 de Março de 2015


O TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS, NESTA QUINTA-FEIRA (26/03), APLICOU MULTA DE R$ 4 MIL AO EX-PRESIDENTE DA CÂMARA DE CAMAÇARI, JOSÉ ELÍSIO DE OLIVEIRA SOBRINHO, E DETERMINOU O RESSARCIMENTO AOS COFRES MUNICIPAIS DO MONTANTE DE R$ 122.739,27, COM RECURSOS PESSOAIS, EM RAZÃO DA IRRAZOABILIDADE DAS DESPESAS COM LOCAÇÃO DE VEÍCULOS, COMBUSTÍVEL, CARTÕES DE NATAL E “FOLHINHAS”, ALÉM DE GASTOS ILEGAIS COM PUBLICIDADE INSTITUCIONAL EM PERÍODO VEDADO POR LEI.



O RELATOR DO PROCESSO, CONSELHEIRO MÁRIO NEGROMONTE, AFIRMOU QUE A DENÚNCIA PROMOVIDA PELO VEREADOR JOSÉ PAULO BEZERRA APRESENTOU ELEMENTOS SUFICIENTES À CARACTERIZAÇÃO DA EXCESSIVIDADE E ANTIECONOMICIDADE DAS DESPESAS MENCIONADAS, BEM COMO A INDEVIDA REALIZAÇÃO DE DESPESAS COM PUBLICIDADE INSTITUCIONAL, NOS TRÊS MESES ANTERIORES ÀS ELEIÇÕES DE 2012, RESULTANDO EM DANO AO ERÁRIO.



CABE RECURSO DA DECISÃO.

Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno