Notícias

A+
A-

Lilian Nascimento terá que ressarcir mais de R$ 9 mil aos cofres municipais, em razão da saída de recursos do Salário Educação sem a devida comprovação.

2 de junho de 2011





O Tribunal de Contas dos Municípios

O
Tribunal de Contas dos Municípios, nesta quinta-feira (02/06), julgou
parcialmente procedente o termo de ocorrência lavrado contra Lilian da Silva
Nascimento, prefeita de Lajedo
do Tabocal
, em face da saída de numerário da conta do Salário Educação,
no valor de R$ 9.050, sem a devida comprovação documental, no exercício de
2009.

O
relator, conselheiro substituto Ronaldo de Sant`Anna, determinou o
ressarcimento ao erário municipal do montante de R$ 9.050, com recursos
próprios da gestora, e aplicou multa no valor de R$ 2 mil. Cabe recurso da
decisão.

Também
foi identificada a emissão de cheques para quitação de diversos processos de
pagamento efetuados para diferentes credores, ficando mais uma vez, comprovado
que a Prefeitura não adequou os seus serviços administrativos, contábeis e
financeiros aos estritos termos da legislação pertinente.

A
gestora teve amplo direito de defesa, contudo não conseguiu descaracterizar
totalmente as denúncias.

Íntegra
do voto
do relator do termo de ocorrência lavrado na Prefeitura de Lajedo
do Tabocal.

Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno