Concurso TCM

Notícias

A+
A-

O gestor Alan Leite foi multado em R$1.800 por ausência e irregularidades em licitações.

11 de agosto de 2011

















Na
tarde desta quinta-feira (11/08), o Tribunal de Contas dos Municípios
julgou parcialmente procedente o termo de ocorrência lavrado na
Prefeitura de Licínio de
Almeida
, sob a responsabilidade de
Alan Lacerda Leite, em razão de
irregularidades
na realização de despesas com aquisição
de bens e serviços sem a realização dos
indispensáveis certames licitatórios, no expressivo
montante de
R$
234.134,40
,
no exercício de 2009.



Pela descaracterização
parcial dos fatos abordados no processo, a relatoria aplicou multa de
R$ 1.800 ao gestor, que pode recorrer da decisão.



O
termo de ocorrência apontou que foram efetuadas despesas com as
empresas:
Auto
Motorrit, Tyresoles, Conservolques e BR Tratores, nos respectivos
valores de R$ 8.499,50; R$ 31.842,95; R$ 14.793,00 e R$ 23.588,50,
sem a comprovação de modalidade licitatória que
fundamentasse a razoabilidade e economicidade ao erário,
configurando o direcionamento e impropriedade no emprego dos recursos
públicos.



O prefeito no seu
irrestrito direito de defesa, apresentou seus esclarecimentos
conseguindo desconstruir parte das irregularidades, em conformidade
aos ditames da Lei Federal nº 8.666/93, relativo as empresas
Falcão Tratores, Viação Novo Horizonte e Globo
Editora e Distribuidora Ltda, contudo permaneceu a parcialidade do
termo, pela não apresentação de suporte
documental para descaracterizar as demais irregularidades apontadas.



Íntegra
do voto

do termo de ocorrência lavrado na prefeitura de Licínio
de Almeida.



Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno