Notícias

A+
A-

O gestor Gilmar de Oliveira adquiriu produtos com valores superiores aos praticados no mercado, sendo multado em R$ 20 mil.

15 de abril de 2015

Nesta quarta-feira (15/04), o Tribunal de Contas dos Municípios multou em R$ 20 mil o presidente da Câmara de Lauro de Freitas, Gilmar Alves de Oliveira, pelo cometimento de irregularidades na contratação das empresas Officemaq Informática e Servgraf Chachas Serviços e Comércio, tendo como objeto a aquisição de material de expediente e locação de três máquinas copiadora, respectivamente, no exercício de 2013. As denúncias foram formuladas pela vereadora Mirela Macedo Silva, diante da omissão do gestor em conceder acesso aos procedimentos realizados.

O relator do processo, conselheiro José Alfredo Dias, analisou os preços dos produtos locados pelo gestor, bem como a cotação dos mesmos com outras empresas apresentada pela denunciante, e comprovou que a administração pública adquiriu os mesmos bens com valores superiores aos preços do mercado. Também foram constatadas irregularidades na elaboração de planilha contendo os custos unitários dos produtos.

Cabe recurso da decisão.

Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno