Notícias

A+
A-

Carlos Goes foi multado em R$ 5 mil pelas contratações irregulares para prestação de serviços na área jurídica, contábil e administrativa.

15 de maio de 2014

 

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta quinta-feira (15/05), multou o presidente da Câmara de Pau Brasil, Carlos Silva Goes, por contratações irregulares para prestação de serviços de sonorização e assessoria jurídica, contábil e administrativa, que causaram prejuízos ao erário na quantia de R$ 168.000,00, no decorrer de 2013.

O conselheiro relator, Raimundo Moreira, diante das ilegalidades praticadas pela administração, determinou que seja feita representação ao Ministério Público, além de aplicar uma multa de R$ 5 mil, mas o responsável pode recorrer da decisão.

Na defesa que apresentou o gestor não conseguiu comprovar notória especialização dos profissionais contratados para o desenvolvimento das atividades da Câmara, bem como não publicou na imprensa oficial os serviços de sonorização externa, divulgação de notas oficiais e gravações de mídia eletrônica. Também não foi descaracterizada a concessão irregular de empréstimo consignado, firmado com o empresário Geraldo Miguel Vieira dos Santos.

Íntegra do voto do relator do termo de ocorrência contra a Câmara de Pau Brasil.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno