Notícias

A+
A-

Homenagem será feita ao ex-conselheiro Otto Alencar, ao ministro do Supremo Tribunal Federal e presidente do TSE, Ayres de Britto, e ao presidente do TCU, Ubiratan Aguiar.

31 de março de 2010













Por
proposição do conselheiro José Alfredo Rocha
Dias, o Tribunal de Contas dos Municípios aprovou a concessão
da Medalha de Mérito Luís Eduardo Magalhães ao
ex-conselheiro Otto Alencar, que pediu aposentadoria do TCM esta
semana.


Na
mesma sessão, o plenário do TCM decidiu homenagear
também os ministros Carlos Ayres de Britto, do Supremo
Tribunal Federal, e Ubiratan Aguiar, presidente do Tribunal de Contas
da União.


A
entrega das medalhas, em data ainda a ser definida, tem como
finalidade o reconhecimento de relevantes serviços prestados
por cidadãos ao Poder Legislativo e, em especial, ao Tribunal
de Contas dos Municípios da Bahia, que instituiu a honraria
através da Resolução 600/02.


Formado
em Medicina, Otto Roberto Mendonça de Alencar exerceu os
cargos de secretário da Saúde e da Indústria,
Comércio e Mineração; foi deputado estadual três
vezes (1987 a 1998) – duas das quais eleito como o mais votado
– e presidente da Assembleia Legislativa entre 1995 a 1997.


Natural
de Ruy Barbosa (BA), ocupou o cargo de vice-governador entre 1999 e
2002, tendo assumido o Governo do Estado durante os nove últimos
meses dessa gestão, e em em outubro de 2004 tomou posse como
conselheiro do Tribunal, onde permaneceu até essa terça-feira
(30/03).


Diplomado
em Direito, o ministro do STF, Carlos Ayres de Britto ocupou diversos cargos em Sergipe, de onde é natural, tendo exercido
entre eles o de procurador do Tribunal de Contas do Estado.


Em
junho de 2003, foi nomeado ministro do Supremo Tribunal Federal,
durante o primeiro mandato do presidente Luiz Inácio Lula da
Silva, sendo desde 2006 ministro efetivo do Tribunal Superior
Eleitoral, onde ocupa atualmente o cargo de presidente.


Natural
de Cedro (CE), o presidente do Tribunal de Contas da União,
ministro Ubiratan Aguiar é formado em Ciências Jurídicas
e Sociais; foi vereador, deputado estadual e federal.


Nomeado
ministro do TCU em 2001, tomou posse como presidente em 2008, se
destacando pelo combate ao desperdício de dinheiro público
e à corrupção, afirmando que “o sucesso
das diversas instituições públicas somente será
pleno se acreditarmos, todos, em um mesmo projeto”.






Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno