Notícias

A+
A-

Aos 83 anos, morre o ex-vereador de Salvador, José Pires Castelo Branco, deixando um marco de produtiva atuação parlamentar na Câmara Municipal de Salvador em defesa das comunidades mais carentes.

30 de agosto de 2012

















O Tribunal de Contas dos Municípios,
na sessão desta quinta-feira (30/08), votou por unanimidade,
pela inserção nos anais da Casa, de Moção
de Pesar pelo falecimento do ex-vereador, José Pires Castelo
Branco, atendendo indicação do presidente, conselheiro
Paulo Maracajá.



Os conselheiros presentes, Fernando
Vita, José Alfredo Rocha Dias, Paolo Marconi e Plínio
Carneiro Filho, também hipotecaram sua solidariedade à
família enlutada.



O ex-vereador assumiu uma cadeira na
Câmara de Salvador em 1967, sendo eleito por seis mandatos
consecutivos até 1990. Neste período, no terceiro
mandato, de 1975 a 1975, presidiu a Casa.



A partir de 1990, o mandato de Castelo
Branco foi intermitente, bem como a atuação à
frente da Presidência da Câmara, de 1990 a 1992. Em 1999,
presidiu as comissões de Finanças, Orçamento e
Fiscalização; Educação, Cultura, Esporte
e Lazer e Comissão Especial para Ajustes da Lei Orgânica
do Município.



Nos períodos entre 1977 a 1983,
quando o conselheiro Paulo Maracajá Pereira se elegeu
vereador, Castelo foi um dos seus mais próximos colegas, “pela
experiência, pela maneira coerente de fazer política e
pela visão abrangente de detectar as necessidades dos
munícipes, principalmente os mais carentes, pois a sua
atuação, conquanto fosse em benefício de todos,
sempre teve como base o Subúrbio Ferroviário, onde se
orgulhava em morar e ter a sua família e grandes amigos”,
explica o atual presidente do TCM.



Outro companheiro de Castelo na Câmara
Municipal foi o advogado Afonso Hildebrando Barbuda, vereador por
vários mandatos, agora superintendente do Tribunal de Contas
dos Municípios. “Salvador fica órfã de um
grande defensor, além de um homem que serviu de exemplo de
honradez à vida pública”, disse Barbuda.



Castelo Branco faleceu na manhã
desta quinta-feira (30), no Hospital Espanhol, em decorrência
de infecção generalizada, seu corpo foi velado no
Plenário Cosme de Farias do Legislativo Municipal e cremado às
16h no cemitério Jardim da Saudade.








Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno