Notícias

A+
A-

Claudinei Nonato (ex-prefeito) é multado em R$ 5 mil e Ivan Lima, ex-presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos, em R$ 3 mil por não repassarem ao INSS contribuições recolhidas.

23 de maio de 2013

 

Na tarde desta quinta-feira (23/05), o Tribunal de Contas dos Municípios votou pela procedência da denúncia contra Claudinei Xavier Nonato, ex-prefeito de Capela do Alto Alegre, e Ivan Santos de Lima, ex-presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Município, por irregularidades cometidas no exercício de 2011.

A relatoria aplicou as multas nos importes de R$ 5.000,00 ao ex-prefeito Claudinei Nonato e de R$ 3.000,00 ao ex-presidente do Instituto, Ivan Lima. Ainda cabe recurso.

Versa o presente expediente, sobre denúncia pelo Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Capela do Alto Alegre – SINPUMCA (representado por seu atual presidente, Erivaldo de Oliveira Almeida) contra o ex-prefeito e ex-dirigente acusando-lhes do cometimento de irregularidades resultantes da ausência de repasse à previdência social (INSS), das contribuições recolhidas, no prazo e forma legal ou convencional, incorrendo o responsável, ex-prefeito Claudinei Xavier Nonato, no ilícito penal tipificado no art. 168-A, do Código Penal, e da inserção, em documento público, de declaração falsa ou diversa da que devia ser escrita, com o fim de alterar a verdade sobre fato juridicamente relevante, incorrendo o responsável, Ivan Santos de Lima, no ilícito tipificado no art. 299, do Código Penal, como conivente e participante da irregularidade contra o patrimônio público.

Ao ser concedido o direito de defesa, os denunciados sequer compareceram, configurando revelia, portanto não descaracterizando as acusações.

Íntegra do voto do relator da denúncia contra a Prefeitura de Capela do Alto Alegre.

 

Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno