Notícias

A+
A-

Evento foi realizado em Cuiabá/MT, na segunda semana de novembro, com a presença de três engenheiros, técnicos de inspeção de obras, Bartolomeu Lordelo, Dimas Gomes e Evaristo Reis.

17 de novembro de 2011

















O Tribunal de Contas dos
Municípios do Estado da Bahia participou, de 07 a 11 deste mês
de novembro, em Cuiabá/MT, do XIV Simpósio Nacional de
Auditoria de Obras Públicas, representado pelos servidores
Bartolomeu Barros Lordelo Júnior, Dimas Sousa Gomes e Evaristo
Barbieri dos Reis. Dimas é membro do Conselho do Instituto
Brasileiro de Auditoria de Obras Públicas (IBRAOP), além
de integrar com Bartolomeu a comissão de elaboração
de Orientações Técnicas.



O evento nacional, contou
com as presenças do presidente do TCE-MT, Valter Albano, e
representantes do Ministério Público do Mato Grosso, da
CAGE-SEFAZ do Rio Grande do Sul, Denis Borenstein e Humberto Carlos
L’Astorina; CGU, Luiz Augusto dos Santos e Carlos Alberto Ayupe
Vitoi e Tribunal de Contas da União, Luis Wagner Mazzaro
Almeida Santos e Luiz Sérgio Medeiros Costa, tendo ainda
participantes internacionais, como a subchefe da Divisão de
Infraestrutura da Controladoria Geral do Chile, Virgínia
Godoy, o secretário geral da Corte de Contas Europeia, Eduardo
Ruiz Garcia, o coordenador para relações internacionais
da Universidade de Oulu (Finlândia), Pekka Kilpinen e o
Conselheiro de Contas da Galícia (Espanha), Ramón Nunes
Gamallo.



O Simpósio teve
como foco o planejamento das obras públicas e a
sustentabilidade da ação governamental em todos os
níveis da Administração Pública, com
ênfase nos seguintes aspectos: maior qualidade da gestão
e da fiscalização pública; necessidade de maior
número de engenheiros entre os corpos técnicos
governamentais; competências municipais segundo as Leis
Complementares 123 de 14/12/06 e 128 de 19/12/08; registro cadastral
das obras municipais de maior interesse; a modernização
inserida na Lei 8666 pelo Regime Diferenciado de Contratações
– RDC; benefícios da Auditoria Operacional para a gestão
pública; importância da melhoria dos projetos e
orçamentos para obras; necessidade de melhor análise e
diferenciação das taxas de BDI aplicadas aos orçamentos
de obras e necessidade de atuação do Controle Externo
Ambiental como garantia patrimonial em relação ao meio
ambiente.



Como oportunidade de
aprendizagem e aperfeiçoamento dos trabalhos de auditoria
foram apresentadas várias experiências vividas em
fiscalizações diversas, tais como: auditoria de obras
paralisadas; auditoria de qualidade em obras rodoviárias;
auditoria operacional na coleta de resíduos sólidos e
auditorias ambiental e do licenciamento ambiental.



Como atividade prática
e enriquecimento da experiência profissional foram
disponibilizadas visitas técnicas à construção
do Estádio “Arena Pantanal” para a Copa de 2014 e
à construção sustentável, exibida no
Espaço do Conhecimento SEBRAE.






Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno