Notícias

A+
A-

Everaldo Caldas foi multado em R$ 3 mil por não enviar a documentação mensal obrigatória.

1 de março de 2012

















O Pleno do Tribunal de Contas dos
Municípios, nesta quinta-feira (01/03), decidiu pela
procedência da denúncia formulada contra a Prefeitura de
Elísio Medrado
, sob a administração de Everaldo
Oliveira Caldas, devido a ausência da apresentação
de
documentação
mensal da receita e despesa à Inspetoria Regional,
durante
o exercício de 2011.


A
relatoria, em face das impropriedades cometidas pela gestão,
aplicou uma multa de R$ 3 mil, a ser recolhidos ao erário, com
os próprios recursos do gestor.



Segundo relatório técnico,
o prefeito não apresentou a obrigatória
documentação
mensal de receita e despesa a 3ª Inspetoria Regional de Controle
Externo, conforme reza a Resolução nº 1.060/2005.



O titular da
Coordenadoria de Controle Externo constatou, ainda, que desde o ano
de 2010, o gestor reincide quanto à questão de atrasos
e descumprimentos. Em 2011 continuou ocorrendo a mesma
irregularidade, apresentando dados somente dos meses de janeiro a
junho, comprometendo dessa forma a saúde administrativa
municipal.



O gestor no seu amplo
direito de resposta, manteve-se em silêncio, caracterizando a
revelia, restando o Tribunal dar procedência a denúncia.



Cabe recurso da
decisão.



Íntegra do voto
da denúncia formulada contra a Prefeitura de Elísio
Medrado.





















Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno