Notícias

A+
A-

Arilton Oliveira Araújo teve negado seu pedido de reconsideração e terá de pagar multa de R$ 5 mil por irregularidades no exercício de 2007.

25 de agosto de 2009













Em
sessão realizada nesta terça-feira (25/08), o Tribunal
de Contas dos Municípios negou provimento ao pedido de
reconsideração ao parecer prévio que opinou pela
rejeição, porque irregulares, das contas do ex-prefeito
de Brotas de Macaúbas, Arilton Oliveira Araújo,
referente ao exercício de 2007.


Além
da rejeição, a relatoria manteve a multa no valor de R$
5 mil imposta ao então gestor.


As
contas do ex-prefeito apresentaram diversas irregularidades, entre
elas o descumprimento das normas que regulam a
administração financeira com a ocorrência de
casos de empenho e liquidações irregulares da despesa,
ausência de licitação quando cabível e
outros inúmeros casos de irregularidades em processos
licitatórios, abertura de crédito especial no montante
de R$ 120 mil e a não aplicação do percentual
mínimo de 15% nas ações e serviços
públicos de saúde


Também
foi constatada despesa com pessoal, no total de R$ 4.935.088,47,
equivalente a 52,03% da receita corrente líquida, que apesar
de não ter ultrapassado o limite de 54%, excedeu o limite
prudencial.


Na
fase recursal, o ex-gestor não apresentou nada que pudesse
descaracterizar as irregularidades.


Íntegra
do voto do relator.
(O voto ficará disponível no portal
após a conferência na sesão seguinte a que foi
relatado).






Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno