Notícias

A+
A-

As contas foram consideradas irregulares em razão do não encaminhamento de processos licitatórios, em montante global superior a R$ 1 milhão, em desrespeito à Lei das Licitações. O gestor Luciano Silva foi multado em R$ 15 mil.

17 de outubro de 2012

















Na
sessão desta quarta-feira (17/10), o Tribunal de Contas dos
Municípios votou pela
rejeição
das
contas da Prefeitura de Dom
Basílio
, exercício de 2011, da responsabilidade de

Luciano
Pereira Silva
.



A relatoria aplicou multa
no valor de R$ 15 mil ao gestor, em razão das irregularidades
remanescentes, e imputou o ressarcimento da quantia de R$ 674,90,
proveniente da realização de despesas com pagamento de
juros e multas por atraso no adimplemento das obrigações
assumidas junto ao INSS e Telemar.



A
análise técnica apresentou q
uestionamentos
em torno de procedimentos licitatórios, sobretudo no que tange
ao não encaminhamento dos processos de licitação
no montante total
R$
1.685.866,20,

assim como da ausência de licitações em relação
a processos de pagamento somando R$ 61.823,93, além de
diversas irregularidades em certames no valor global de
R$
5.202.663,74. Tal fato, por si só, comprometeu a regularidade
desta prestação de contas.



Nas obrigações
constitucionais, a administração investiu em saúde
28,26% dos recursos disponíveis, com a manutenção
e desenvolvimento do ensino foi aplicado o percentual de 27,22%, e no
pagamento da remuneração dos profissionais da rede
pública com recursos do FUNDEB foi aplicado 64,15%.



A
receita arrecadada em 2011 foi de
R$
18.018.240,35, enquanto que a despesa realizada foi de

R$
18.646.844,45
,
registrando um déficit da ordem de
R$
628.604,10
.



Ainda cabe recurso.



Íntegra do voto da
rejeição de contas da Prefeitura de Dom Basílio.



Mais Notícias

* Escolha o município e obtenha informações sobre a sua cidade.

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para o município dos próximos dias. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno