Notícias

A+
A-

A relatoria multou Antônio Geraldo Campos em R$ 500 pelas irregularidades remanescentes no parecer.

8 de novembro de 2011

















Nesta
terça-feira (08/11), o Tribunal de Contas dos Municípios
rejeitou as contas do presidente da Câmara de Canudos, Antônio
Geraldo Campos, relativas ao exercício de 2010, pelo
descumprimento do art. 42 da Lei de Responsabilidade Fiscal.



O relator, conselheiro
José Alfredo, imputou multa de R$ 500 ao gestor, que ainda
pode recorrer da decisão.



O
mérito das contas foi prejudicado pela existência de
despesas a título de DEA – Despesas de Exercícios
Anteriores – pagas em 2011, no total de R$ 754,43
,
o que caracteriza
o descumprimento do art. 42 da LRF.



As
despesas com pessoal
mantiveram-se
dentro dos limites fixados
no artigo 20 da Lei Complementar nº 101/00, alcançando o
total de R$ 582.303,55, correspondente a 3,18%
da receita
corrente líquida de R$ 18.330.384,71.



Íntegra do voto do
relator das contas da Câmara de Canudos.



Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

29/11/2021
Ex-prefeito de Mairi sofre representação ao MPE
Na sessão desta terça-feira (30/11), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do...[leia mais]
25/11/2021
Nordeste apresenta índices preocupantes sobre evasão escolar
Estudo sobre a Educação durante a pandemia, evidenciou as desigualdades regionais que...[leia mais]
24/11/2021
Prefeita de Sento Sé sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (25/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
23/11/2021
Webinário analisa estudo sobre “Permanência Escolar na Pandemia”
O Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), o Interdisciplinaridade e...[leia mais]