Notícias

A+
A-

Vereador Milton Ramos da Costa conseguiu comprovar que as despesas ficaram dentro do limite estabelecido pela Constituição.

25 de fevereiro de 2011













O Tribunal de Contas
dos Municípios, na quinta-feira (24/02), concedeu provimento ao pedido de
reconsideração das contas da Câmara de Itacaré, na gestão de Milton Ramos da Costa, relativas ao
exercício de 2009.


A relatoria emitiu
novo voto pela aprovação com ressalvas das contas, uma vez que, o gestor
descaracterizou a irregularidade referente à extrapolação do limite
constitucional previsto no artigo 29-A da Constituição Federal, mas manteve a aplicação de sanção pecuniária.


No recurso o
recorrente demonstrou que o valor do duodécimo havia sido registrado a menor,
pelo fato de ter sido calculado, inicialmente, sem o valor das receitas
tributárias, devido a não prestação de contas do Executivo.


Diante disso, o valor
do duodécimo atingiu um novo montante de R$ 1.416.628, demonstrando que o valor
das referidas despesas efetuadas, correspondentes a R$1.075.239, encontram-se
abaixo do limite legal, cumprindo o referido dispositivo
constitucional.


Íntegra do voto do
relator do pedido de reconsideração das contas da Câmara de Itacaré. (O voto
ficará disponível após conferência).





Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

25/11/2021
Nordeste apresenta índices preocupantes sobre evasão escolar
Estudo sobre a Educação durante a pandemia, evidenciou as desigualdades regionais que...[leia mais]
24/11/2021
Prefeita de Sento Sé sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (25/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
23/11/2021
Webinário analisa estudo sobre “Permanência Escolar na Pandemia”
O Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), o Interdisciplinaridade e...[leia mais]
23/11/2021
Câmara de Paulo Afonso e de outros 19 municípios têm contas aprovadas
Os conselheiros e auditores da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia...[leia mais]