Notícias

A+
A-

O prefeito Reinan Santos descaracterizou as irregularidades que motivaram a rejeição inicial das contas.

3 de fevereiro de 2015

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta terça-feira (03/02), quando o TCM retomou as sessões do Pleno, opinou pelo provimento parcial do pedido de reconsideração formulado pelo prefeito de Canarana, Reinan Oliveira Santos, e emitiu novo decisório pela aprovação com ressalvas das contas, relativas ao exercício de 2013, reduzindo a multa inicialmente imposta de R$ 8 mil para R$ 4 mil e mantendo a de R$ 50.400,00, correspondente a 30% dos seus vencimentos anuais, pela não redução da despesa total com pessoal.

No recurso, o gestor apresentou novos documentos que comprovaram a existência de recursos de convênios para abertura de créditos e a regularidade das despesas com recursos do Fundeb. Diante dos novos fatos, o conselheiro Fernando Vita entendeu que foram descaracterizadas as irregularidades que motivaram a rejeição.

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

06/12/2021
Contas de 2020 da Prefeitura de Canudos são rejeitadas
Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia emitiram parecer, na sessão desta...[leia mais]
06/12/2021
Quatro prefeituras têm pareceres pela aprovação de contas de 2020
Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, em sessão nesta terça-feira...[leia mais]
05/12/2021
TCM promove IV Encontro Técnico de Controle Externo
Auditores estaduais e demais profissionais que compõem o corpo técnico do Tribunal de Contas dos...[leia mais]
05/12/2021
Auditora do TCM participa de live sobre o “novo Fundeb”
A auditora de controle externo do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, Karina Menezes...[leia mais]