Notícias

A+
A-

O prefeito Ivonilton dos Santos abriu créditos suplementares sem indicação dos recursos correspondentes, sendo multado em R$2.500,00.

1 de outubro de 2014

As contas da Prefeitura de Gentio do Ouro, da responsabilidade de Ivonilton Vieira dos Santos, relativas ao exercício de 2013, foram rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta quarta-feira (01/10). O relator do parecer, conselheiro Raimundo Moreira, aplicou multa de R$2.500,00 ao gestor pelas falhas cometidas.

As contas foram consideradas irregularidades, principalmente, em função da abertura de créditos adicionais suplementares no montante de R$105.543,00 sem indicação dos recursos correspondentes.

O relatório técnico também registrou diversos casos de emissão de cheques sem fundos, ensejando a imposição de tarifas bancárias no importe de R$1.030,67, suportadas indevidamente pelo município. A falha evidencia uma deficiência crônica na gestão financeira municipal tendo em vista que tal fato também foi observado nas contas do exercício passado.

Cabe recurso da decisão.

Íntegra do voto do relator das contas da Prefeitura de Gentio do Ouro.

 

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

25/11/2021
Nordeste apresenta índices preocupantes sobre evasão escolar
Estudo sobre a Educação durante a pandemia, evidenciou as desigualdades regionais que...[leia mais]
24/11/2021
Prefeita de Sento Sé sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (25/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
23/11/2021
Webinário analisa estudo sobre “Permanência Escolar na Pandemia”
O Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), o Interdisciplinaridade e...[leia mais]
23/11/2021
Câmara de Paulo Afonso e de outros 19 municípios têm contas aprovadas
Os conselheiros e auditores da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia...[leia mais]