Notícias

A+
A-

A prefeita Ena Vilma Negromonte conseguiu descaracterizar a principal causa que motivou a rejeição das suas contas.

29 de abril de 2015


O TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS, NESTA QUARTA-FEIRA (29/04), CONCEDEU PROVIMENTO PARCIAL AO PEDIDO DE RECONSIDERAÇÃO FORMULADO PELA PREFEITA DE GLÓRIA, ENA VILMA PERREIRA DE SOUZA NEGROMONTE, E APROVOU COM RESSALVAS AS CONTAS RELATIVAS AO EXERCÍCIO DE 2013. NO RECURSO, A GESTORA CONSEGUIU DESCARACTERIZAR A CAUSA DA REJEIÇÃO DAS CONTAS, QUE FOI A ABERTURA IRREGULAR DE CRÉDITO ADICIONAL ESPECIAL NO MONTANTE DE R$ 203.546,30.



O RELATOR DO PARECER, CONSELHEIRO PAOLO MARCONI, MANTEVE A MULTA IMPUTADA NO VALOR DE R$ 15.000,00, ALÉM DO RESSARCIMENTO AOS COFRES MUNICIPAIS, COM RECURSOS PESSOAIS, DE R$ 99.249,90, SENDO R$ 87.375,00 REFERENTES A PAGAMENTOS IRREGULARES DE DIÁRIAS E R$ 11.874,90 POR DESPESAS SEM COMPROVAÇÃO.

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

25/11/2021
Nordeste apresenta índices preocupantes sobre evasão escolar
Estudo sobre a Educação durante a pandemia, evidenciou as desigualdades regionais que...[leia mais]
24/11/2021
Prefeita de Sento Sé sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (25/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
23/11/2021
Webinário analisa estudo sobre “Permanência Escolar na Pandemia”
O Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), o Interdisciplinaridade e...[leia mais]
23/11/2021
Câmara de Paulo Afonso e de outros 19 municípios têm contas aprovadas
Os conselheiros e auditores da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia...[leia mais]