Notícias Canto do título

A+
A-

O prefeito Francisco Antônio Filho foi multado em R$5 mil e terá que ressarcir R$108.243,45 aos cofres municipais, com recursos pessoais.

2 de outubro de 2014

O prefeito de Itapebi, Francisco Antônio de Brito Filho, teve suas contas relativas ao exercício de 2013 rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios, na tarde desta quinta-feira (02/10). O conselheiro José Alfredo Dias, relator do processo, determinou o ressarcimento de R$108.243,45 aos cofres municipais, com recursos pessoais do gestor, pelo pagamento de multas e juros por atraso no cumprimento de obrigações (R$80.258,13) e ausência de comprovação de despesa (R$27.985,32), além de multa no valor de R$5 mil.

As contas foram reprovadas em função da abertura e utilização de créditos no montante de R$15.189.350,35 sem a existência de recursos disponíveis para suporte da despesa, e, muito menos, prévia autorização legislativa. A administração também não investiu os recursos necessários na manutenção e desenvolvimento do ensino, aplicando apenas R$5.418.451,83 na área da educação, correspondente a 16,76%, quando o mínimo exigido é de 25%, comprometendo o mérito das contas.

Em relação aos recursos do Fundeb foram aplicados R$3.303.817,05 na remuneração dos profissionais do magistério da educação básica, equivalente ao percentual de 49,25%, não alcançando o índice mínimo de 60%.

A despesa total com pessoal ultrapassou o limite de 54% definido na Lei de Responsabilidade Fiscal, aplicando 64,73% da Receita Corrente Líquida, equivalente a R$18.300.271,60. O gestor deve promover a redução dos gastos, sob pena de repercutir negativamente no mérito de contas futuras.

Cabe recurso da decisão.

Íntegra do voto do relator das contas da Prefeitura de Itapebi.

 

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

03/07/2022
TCM promove capacitação sobre nova Lei de Licitações e Contratos
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, através da sua Escola de Contas, vai promover, a...[leia maisTCM promove capacitação sobre nova Lei de Licitações e...]
29/06/2022
Contas de 2020 de Camaçari são aprovadas
Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios emitiram parecer no qual recomendam à...[leia maisContas de 2020 de Camaçari são...]
29/06/2022
Contas das Prefeituras de Angical e Cansanção são rejeitadas
Na sessão desta quinta-feira (30/06), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios...[leia maisContas das Prefeituras de Angical e Cansanção são...]