Notícias

A+
A-

A gestora Yhonara de Almeida conseguiu descaracterizar as irregularidades e teve parecer favorável às suas contas.

4 de fevereiro de 2015

O Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta quarta-feira (04/02), votou pelo provimento parcial do pedido de reconsideração formulado pela prefeita de Ourolândia, Yhonara Rocha de Almeida Freire, emitindo novo decisório, desta vez pela aprovação com ressalvas das contas. O relator do parecer, conselheiro Paolo Marconi, reduziu a multa imposta de R$ 20 mil para R$ 2 mil, mas manteve os ressarcimentos com recursos pessoais de R$ 574,62, pelo pagamento de multa por infração de trânsito sem a correspondente restituição pelo infrator e de R$ 7.565,50, por despesas com juros e multas por atraso no cumprimento de obrigações.

As contas foram rejeitadas inicialmente pela não tramitação na 23ª Inspetoria Regional de Controle Externo para análise mensal de 16 processos licitatórios, cujos recursos envolvidos totalizaram R$ 1.401.568,75. No recurso, a gestora comprovou que os processos tramitaram regularmente na IRCE.

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

01/12/2021
TCM amplia participação nas redes sociais
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia ampliou a sua presença nas redes sociais e desde...[leia mais]
01/12/2021
Auditor do TCM participa de evento sobre obras públicas
O auditor estadual de Infraestrutura, Bartolomeu Lordelo, representou o Tribunal de Contas dos...[leia mais]
01/12/2021
Ex-prefeito de Ribeiro do Pombal sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (02/12), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do...[leia mais]
01/12/2021
Conselheiros do TCM acatam recurso e aprovam contas de Anguera
Na sessão desta quinta-feira (02/12), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do Tribunal...[leia mais]