Notícias

A+
A-

Descentralização de políticas públicas é tema central de painéis

12 de março de 2020

A 3ª Mesa do 3º Encontro Nacional Educação é da Nossa Conta, ocorrida na tarde de quarta-feira (11.03), teve como tema o Regime de Colaboração e o Sistema Nacional de Educação e Regime de Colaboração e Controle Externo. A professora Dra. Alessandra Assis, coordenadora do Fórum Estadual de Educação da Bahia, foi a mediadora da mesa, que teve como painelistas o professor Dr. Luiz Fernandes Dourado, titular e emérito da Universidade Federal de Goiás (UFG) e o assistente do Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa, Leo Arno Richter. Confira o conteúdo das palestras.

Professor Dr. Luiz Fernandes Dourado – Ao abordar o tema Regime de Colaboração e o Sistema Nacional de Educação, o professor Luiz Fernandes Dourado fez alusão às bases da Constituição Cidadã de 1988 em relação ao Sistema Nacional de Educação, partindo da reflexão de que o Plano Nacional de Educação é o epicentro das políticas educativas e conta com os planos subnacionais (estaduais e municipais). “O foco principal é a articulação e a coordenação dos planos. Temos de pensá-los de maneira que tenhamos, no âmbito nacional, uma dinâmica construída coletivamente, daí a ideia de descentralização qualificada, e que espraie um sistema de sistemas, de modo que haja uma coordenação efetiva entre os entes federados”, ressaltou.

Leo Arno Richter – Em sua explanação, o assistente do Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa ressaltou o envolvimento dos Tribunais de Contas com o Plano Nacional de Educação, abordando o sistema de monitoramento TC Educa e dos mecanismos de cooperação entre os TCs. Com resultados esperados, citou o planejamento de fiscalizações em nível nacional, o aperfeiçoamento da gestão das políticas descentralizadas e a indução ao uso de indicadores aceitos internacionalmente. “O controle externo tem uma função essencial para que haja a descentralização dos recursos para a educação, em nível nacional, e cumpra o papel da efetividade da política pública da educação nacional. Os Tribunais de Contas têm uma contribuição importante com recomendações, exames, para que os recursos sejam distribuídos com eficiência, eficácia e economicidade”, disse o assistente do IRB.

(Ascom – TCE)

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

23/09/2021
Diretoria do TCM orienta sobre “Estudo Técnico Preliminar” para contratações
Com o intuito de abordar – de maneira prática e descomplicada – os principais pontos da nova...[leia mais]
22/09/2021
Conselheiro Nelson Pellegrino relata primeiros processos no Pleno do TCM
O conselheiro Nelson Pellegrino participou nesta quinta-feira (23/09) da primeira sessão do...[leia mais]
22/09/2021
Conselheiro Mário Negromonte vai presidir a 2ª Câmara do TCM
O conselheiro Mário Negromonte foi eleito para presidir a 2ª Câmara do Tribunal de Contas dos...[leia mais]
22/09/2021
Auditoria aponta falhas na distribuição de medicamentos em Porto Seguro
A auditoria realizada por técnicos do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia apontou...[leia mais]