Notícias Canto do título

A+
A-

O ex-prefeito Adalberto Nonato não comprovou a prestação de serviços contratados de assessoria na área de previdência social, devendo restituir o débito aos cofres municipais.

16 de julho de 2014

 

Nesta quarta-feira (16/07), o Tribunal de Contas dos Municípios determinou que o ex-prefeito de Vereda, Adalberto da Rocha Nonato, devolva aos cofres municipais a quantia de R$ 24.200,00, com recursos pessoais, por não ter comprovado a prestação de serviços de assessoria na área de previdência social, contratados sem licitação, no exercício de 2012. A relatoria aplicou ainda multa de R$ 500,00 ao gestor, que ainda pode recorrer da decisão.

O processo destacou também que deixou de ser comprovada pelo gestor a natureza singular do serviço e a notória especialização da contratada, o que justificaria a contratação direta.

Íntegra do voto do relator do termo de ocorrência da Prefeitura de Vereda.

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

03/07/2022
TCM promove capacitação sobre nova Lei de Licitações e Contratos
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, através da sua Escola de Contas, vai promover, a...[leia maisTCM promove capacitação sobre nova Lei de Licitações e Contratos]
29/06/2022
Contas de 2020 de Camaçari são aprovadas
Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios emitiram parecer no qual recomendam à...[leia maisContas de 2020 de Camaçari são aprovadas]
29/06/2022
Contas das Prefeituras de Angical e Cansanção são rejeitadas
Na sessão desta quinta-feira (30/06), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios...[leia maisContas das Prefeituras de Angical e Cansanção são rejeitadas]