Notícias

A+
A-

Paulo Alexandre Griffo cometeu irregularidades na baixa de saldo do Ativo Financeiro, no exercício de 2010, devendo ressarcir ao erário mais de R$ 180 mil.

6 de junho de 2012

















O
Tribunal de Contas dos Municípios, nesta terça-feira
(05/06), julgou procedente o termo de ocorrência lavrado na
Prefeitura de Mucuri, na administração de Paulo
Alexandre Matos Griffo, pela prática de irregularidades na

baixa de saldo do Ativo Financeiro, no exercício de 2010.



O
relator, conselheiro Raimundo Moreira, solicitou o encaminhamento de
formulação ao Ministério Público,
determinou o ressarcimento aos cofres municipais da quantia de
R$
180.056,14, com recursos pessoais, e imputou multa no valor de R$
3.500,00 ao prefeito, que ainda pode recorrer da decisão.



O
Demonstrativo de Variações Patrimoniais, contido
na
prestação de contas anual do exercício de 2010,
apresentou a baixa de crédito do Ativo Financeiro no montante
de
R$
180.056,14
,
não sendo esclarecido pelo gestor a composição
das contas que sofreram redução em seus saldos, nem
apresentado o devido processo administrativo, que justificariam a
referida baixa, em desacordo com o item 36, art. 9º da Resolução
TCM nº 1060/05.



A relatoria analisou os
processos administrativos apresentados pela defesa, compostos de
apenas uma página cada, não ficando esclarecida a
composição das contas que sofreram reduções
em seus saldos e quais foram as pendências nas conciliações
bancárias que não possuíam consistência,
figurando no patrimônio da entidade de modo fictício.


Íntegra
do voto
do
relator do termo de ocorrência lavrado na Prefeitura de Mucuri.




Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

25/11/2021
Nordeste apresenta índices preocupantes sobre evasão escolar
Estudo sobre a Educação durante a pandemia, evidenciou as desigualdades regionais que...[leia mais]
24/11/2021
Prefeita de Sento Sé sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (25/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
23/11/2021
Webinário analisa estudo sobre “Permanência Escolar na Pandemia”
O Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), o Interdisciplinaridade e...[leia mais]
23/11/2021
Câmara de Paulo Afonso e de outros 19 municípios têm contas aprovadas
Os conselheiros e auditores da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia...[leia mais]