Notícias Canto do título

A+
A-

João Ubiratan Lima sofre representação ao Ministério Público, multa de R$ 1.000,00 e vários ressarcimentos em montante superior a R$ 420 mil.

16 de maio de 2013

 

O Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta quinta-feira (16/05), votou pela procedência das irregularidades apontadas no termo de ocorrência contra o prefeito de Pilão Arcado, João Ubiratan Queiroz Lima, cometidas no exercício de 2010.

O Conselheiro José Alfredo Dias Rocha, relator do parecer, solicitou encaminhamento ao Ministério Público, além de imputar multa de R$ 1.000, e ressarcimentos de R$ 393.549,94 e R$ 38.245,33.

O termo comprovou ilícitos na saída de numerário sem identificação dos comprovantes de despesa correspondentes, ausência de prestação de contas de recursos repassados a entidades civis a título de subvenções e suporte indevido pela Comuna de valores atinentes a multa e juros decorrentes de atraso no cumprimento de obrigações.

O prefeito tentou descaracterizar as falhas apresentadas no termo de ocorrência, mas não logrou êxito. Ainda cabe recurso da decisão.

Íntegra do voto do relator do termo de ocorrência contra a Prefeitura de Pilão Arcado.

 

 

 

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

22/09/2022
Novo estudo da DAM orienta sobre o encerramento do processo licitatório
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, através da sua Diretoria de Assistência aos...[leia maisNovo estudo da DAM orienta sobre o encerramento do processo...]
21/09/2022
Carta Compromisso marca Encontro de Corregedorias e Ouvidorias dos TCs
Com objetivo de promover intercâmbio de boas práticas na busca do aprimoramento e o...[leia maisCarta Compromisso marca Encontro de Corregedorias e Ouvidorias dos...]
21/09/2022
Auditoria avalia investimentos em educação em Santa Cruz Cabrália
Na sessão desta quinta-feira (22/09), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios...[leia maisAuditoria avalia investimentos em educação em Santa Cruz...]