Notícias

A+
A-

Sidélia Lemos Santos é multada em R$ 10 mil por prática de ato de improbidade administrativa, conforme Lei Federal 8.429/92.

14 de agosto de 2012

















O
Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta
terça-feira (14/08), votou pela
procedência
parcial
da
irregularidade apontada no termo de ocorrência contra a
prefeita de Cândido
Sales
, Sidélia Lemos Dias Santos,
por irregularidades cometidas no exercício de 2011.



O relator do processo,
Conselheiro José Alfredo Rocha Dias, aplicou à gestora
uma multa no valor de R$ 10.000,00, a ser recolhida com recursos
pessoais, por haver negligenciado no cumprimento de obrigações
relativas ao INSS, fato que demandou o pagamento de juros e multas
prejudiciais ao referido erário municipal.



A
relatoria constatou, quando da análise da documentação
de receita e despesa dos meses de janeiro a dezembro de 2011, da
realização de dispêndios totalizando
R$98.454,94
referentes
a pagamentos de juros e multas a favor do INSS, apontando a prática
como caracterizadora de ato de improbidade administrativa, em face do
disposto nos artigos 10 e 11, inciso I, da Lei Federal nº
8.429/92.



A gestora ainda pode
recorrer da decisão.



Integra do voto
do
relator da denúncia formulada contra a Prefeitura de Cândido
Sales












Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

15/09/2021
Contas de 2019 de Salinas da Margarida são aprovadas
Na sessão desta quinta-feira (16/09), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do...[leia mais]
15/09/2021
Ex-prefeita de Itiúba tem contas aprovadas
Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia acataram, na sessão desta...[leia mais]
15/09/2021
Conselheiros acatam recurso e aprovam contas de Cachoeira
Na sessão desta quinta-feira (16/09), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do Tribunal...[leia mais]
14/09/2021
Ex-prefeito de Santo Amaro sofre representação ao MPE
Os conselheiros e auditores da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios acataram...[leia mais]