Notícias

A+
A-

Gestor de Mucuri gastou R$ 20 mil para a defesa de interesses pessoais e de outros agentes políticos.

15 de abril de 2009














O
Tribunal de Contas dos Municípios julgou procedente a denúncia
relatada no termo de ocorrência contra o prefeito de Mucuri,
Moisés Alves Matos. Nesta quarta-feira (15/04), o gestor foi
multado em R$ 2.000,00 e deverá ressarcir R$ 7.269,75 aos
cofres públicos municipais.


A
denúncia é referente a irregularidades na contratação
de escritório de advocacia, no valor de R$ 20.000,00, para a
defesa de interesses pessoais do prefeito e outros agentes políticos,
pela cessação de descontos (exigidos por Lei) da
parcela alusiva ao INSS incidente sobre os subsídios dos
exercentes de mandato eletivo, sendo inegável a completa
ausência de interesse público na questão.


Sem
apresentar qualquer contestação ou documento que
comprovasse a regularidade dos atos, Moisés foi julgado à
revelia.


Íntegra
voto
do termo de ocorrência da Prefeitura de Mucuri






Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

19/01/2022
TCM retoma contagem dos prazos processuais nesta sexta (21)
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia restabelece, nesta sexta-feira (21/01), a fluência...[leia mais]
13/01/2022
Diretoria do TCM divulga novo estudo sobre a lei de licitações
A Diretoria de Assistência aos Municípios – DAM, do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
10/01/2022
TCM passa a exigir comprovante de vacinação para acesso às suas dependências
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia passará a exigir, a partir do dia 17 de janeiro, a...[leia mais]
06/01/2022
Suspensão do prazo para remessa das contas mensais se encerra hoje
Se encerra nesta sexta-feira (07/01) a suspensão do prazo em função do recesso provocado pelas...[leia mais]