Notícias

A+
A-

Relatoria concluiu que não restou comprovada nenhuma publicidade ou propaganda caracterizando auto promoção.

9 de junho de 2011





O Tribunal de Contas dos Municípios

O
Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta quinta-feira (09/06),
julgou improcedente o termo de ocorrência lavrado contra Luís Carlos Caetano,
prefeito de Camaçari, em face do gestor ter comprovado a publicidade
institucional sem vínculo pessoal, nos atos gravados dos DVD’s anexados ao
termo de ocorrência, bem como da ausência de auto promoção relativos aos números
dos jornais editados, desconstituindo assim a irregularidade apontada
inicialmente com relação à publicidade auto promocional.

A
relatoria concluiu que a mera prestação de serviços de captação de imagens
e edição de revistas de âmbito restrito conforme documentação que instruiu
os correspondentes processos de pagamento, como descrito nas notas fiscais, não
caracterizam a infração objeto do termo de ocorrência em exame, uma vez que não
se dá conta da veiculação paga pelos cofres públicos da matéria publicitária
referida, não caracterizando, portanto, a promoção pessoal de autoridades ou
servidores públicos vedada pela norma constitucional indicada.

Íntegra
do voto
do relator do termo de ocorrência lavrado na Prefeitura de Camaçari.

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

02/12/2021
TCM promove sorteio prévio para processos referentes a 2022
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia realizou, na sessão dessa quinta-feira (02/12), o...[leia mais]
02/12/2021
Diretor da Escola de Contas participa de evento sobre Governança Pública
O diretor adjunto da Escola de Contas do TCM, professor José Francisco de Carvalho Neto,...[leia mais]
01/12/2021
TCM amplia participação nas redes sociais
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia ampliou a sua presença nas redes sociais e desde...[leia mais]
01/12/2021
Auditor do TCM participa de evento sobre obras públicas
O auditor estadual de Infraestrutura, Bartolomeu Lordelo, representou o Tribunal de Contas dos...[leia mais]