Notícias

A+
A-

Prefeito de Catu é multado por irregularidade na contratação de servidor

21 de julho de 2015

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta terça-feira (21/07), considerou procedente o termo de ocorrência lavrado contra o prefeito de Catu, Geranilson Dantas Requião, e aplicou uma multa de R$1.500,00 pela contratação indevida de Antônio de Araújo Júnior, caracterizando a acumulação de cargos públicos, vez que o servidor já ocupava o cargo efetivo de motorista em Conceição do Jacuípe.
O relator do processo, conselheiro Paolo Marconi, identificou que o servidor foi admitido na Prefeitura de Catu em 02/01/2013, ao passo que a admissão do mesmo pela Prefeitura de Conceição do Jacuípe ocorreu em data anterior, 15/06/2012. Assim, o gestor não adotou qualquer providência no intuito de, antes de investir na posse o servidor, cobrar-lhe uma informação acerca da sua situação funcional, a exemplo de determinação de preenchimento de declaração referente ao acúmulo (ou não-acúmulo) de cargo público/emprego.
Cabe recurso da decisão.

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

25/11/2021
Nordeste apresenta índices preocupantes sobre evasão escolar
Estudo sobre a Educação durante a pandemia, evidenciou as desigualdades regionais que...[leia mais]
24/11/2021
Prefeita de Sento Sé sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (25/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
23/11/2021
Webinário analisa estudo sobre “Permanência Escolar na Pandemia”
O Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), o Interdisciplinaridade e...[leia mais]
23/11/2021
Câmara de Paulo Afonso e de outros 19 municípios têm contas aprovadas
Os conselheiros e auditores da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia...[leia mais]