Notícias

A+
A-

Raimundo Carvalho foi denunciado pelo aumento constante nos gastos para aquisição de paralelepípedos, mesmo sem a realização de calçamentos no município e sempre com a mesma empresa contratada.

5 de novembro de 2014

Na sessão desta quarta-feira (05/11), o Tribunal de Contas dos Municípios multou o prefeito de Mairi, Raimundo de Almeida Carvalho, em R$ 5 mil por ter considerado procedente a denúncia formulada pelo vereador Roque Nilson Ferreira Carneiro, que apontou o cometimento de irregularidades na aquisição de paralelepípedos desde o início da gestão do denunciado e que, apesar dos processos de pagamento, nenhuma obra de calçamento foi realizada, nem possuiria o município área capaz de estocar o total do material adquirido.

A Assessoria Jurídica do TCM apurou que, sempre com a mesma empresa contratada, a despesa com aquisição de paralelepípedos vem aumentando constantemente, tendo em vista que, no ano 2012, foi registrado o pagamento de R$ 6.241,00 e em 2013 o montante de R$ 78.182,50, correspondendo a um acréscimo de aproximadamente 750% do valor investido no primeiro ano. Em 2014, apenas nos seis primeiros meses, o total empregado na aquisição do material foi de R$ 54.000,00.

Cabe recurso da decisão.

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

01/12/2021
TCM amplia participação nas redes sociais
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia ampliou a sua presença nas redes sociais e desde...[leia mais]
01/12/2021
Auditor do TCM participa de evento sobre obras públicas
O auditor estadual de Infraestrutura, Bartolomeu Lordelo, representou o Tribunal de Contas dos...[leia mais]
01/12/2021
Ex-prefeito de Ribeiro do Pombal sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (02/12), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do...[leia mais]
01/12/2021
Conselheiros do TCM acatam recurso e aprovam contas de Anguera
Na sessão desta quinta-feira (02/12), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do Tribunal...[leia mais]