Notícias

A+
A-

Paulo Alexandre Griffo será denunciado ao Ministério Público e deverá devolver ao erário mais de R$ 362 mil pela não comprovação da execução dos serviços de publicidade contratados no exercício de 2012.

26 de junho de 2014

O prefeito de Mucuri, Paulo Alexandre Griffo, deve ressarcir R$362.496,36 aos cofres municipais, com recursos pessoais, por não ter comprovado a execução dos serviços de publicidade contratados no exercício de 2012. O relator, conselheiro Fernando Vita, solicitou a formulação de representação ao Ministério Público contra o gestor e aplicou multa de R$ 8 mil.

Além da constatação de irregularidades em procedimento licitatório para contratação de empresa pelo expressivo montante de R$667.500,00, o processo também identificou que parte da despesa foi considerada irregular e de natureza autopromocional, devendo o prefeito promover a restituição do valor correspondente a R$ 4 mil.

A administração inobservou os princípios constitucionais da razoabilidade e economicidade, em especial no que tange à desproporção dos gastos efetivados com a contratação de serviços de publicidade, quantia esta que poderia ser melhor aplicada em ações administrativas voltadas para a melhoria das condições de vida da população.

Ainda cabe recurso da decisão.

Íntegra do voto do relator do termo de ocorrência lavrado na Prefeitura de Mucuri.

 

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

25/11/2021
Nordeste apresenta índices preocupantes sobre evasão escolar
Estudo sobre a Educação durante a pandemia, evidenciou as desigualdades regionais que...[leia mais]
24/11/2021
Prefeita de Sento Sé sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (25/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
23/11/2021
Webinário analisa estudo sobre “Permanência Escolar na Pandemia”
O Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), o Interdisciplinaridade e...[leia mais]
23/11/2021
Câmara de Paulo Afonso e de outros 19 municípios têm contas aprovadas
Os conselheiros e auditores da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia...[leia mais]