Notícias

A+
A-

Marival Neuton de Magalhães foi multado em R$ 1 mil ,por pagamento indevido de 13º salário a secretários municipais, no exercício de 2009.

22 de junho de 2010













O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta
terça-feira (22/06), julgou procedente o termo de ocorrência lavrado contra o
prefeito de
Nova
Canaã
, Marival Neuton de
Magalhães
, em razão
de
pagamento
indevido de 13º salário a secretários municipais,
referente ao exercício de 2009.


O
relator, c
onselheiro
José Alfredo Rocha Dias.
aplicou ao gestor multa no valor de R$
1
mil, além de
ressarcimento ao
erário municipal, com recursos pessoais da quantia de
R$10.500.


Tal
valor provém de pagamento indevido,
a título de gratificação natalina, a secretários, que deve ser devidamente
corrigido e atualizado. Ambas as quantias
devem ser recolhidas no prazo de trinta dias a contar do trânsito em julgado
deste decisório.


Determinou-se encaminhamento de cópia do
processo à coordenadoria competente do tribunal para
acompanhamento, e o prefeito foi
advertido que tal irregularidade pode vir a comprometer o mérito das contras
anuais.


Íntegra
do voto do relator.
(O voto ficará disponível no portal após a conferência).



Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

11/05/2022
Contas de Dias D’Ávila e de outros três municípios são aprovadas
Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios, na sessão desta quinta-feira (12/05),...[leia mais]
11/05/2022
Contas das Prefeituras de Esplanada e Gongogi são reprovadas
Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia emitiram, na sessão desta...[leia mais]
10/05/2022
Prorrogado prazo de coleta de informações sobre o Controle Interno
O Conselho Nacional de Controle Interno (Conaci) decidiu prorrogar até o dia 15 de maio, o prazo...[leia mais]
09/05/2022
Contas de seis prefeituras são aprovadas
Na sessão realizada nesta terça-feira (10/05), os conselheiros do Tribunal de Contas dos...[leia mais]