Notícias

A+
A-

Antônio da Silva foi multado em R$ 3 mil e deve ressarcir mais de R$ 650 mil ao erário por irregularidades cometidas no exercício de 2012.

26 de novembro de 2013

 

O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta terça-feira (26/11), opinou pela rejeição, porque irregulares, das contas da Prefeitura de Caetanos, na gestão de Antônio Rocha da Silva, relativas ao exercício de 2012.

O relator do parecer, Conselheiro José Alfredo Dias, imputou multa no valor de R$ 3.000,00 e determinou o ressarcimento ao erário municipal, com recursos pessoais, da quantia total de R$ 658.035,53, sendo R$ 522.673,94 referente a ausência de comprovação de pagamento, R$ 95.395,21 correspondente a ausência da folhas de pagamento de servidores no mês de dezembro e R$ 39.966,38 relativo a ausência de comprovação de despesa. Ainda cabe recurso da decisão.

A Prefeitura de Caetanos recebeu recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação – FUNDEB no montante de R$ 5.831.056,35, investindo no pagamento da remuneração dos profissionais em efetivo exercício do magistério o total de R$ 3.400.716,63, correspondendo ao percentual de apenas 58,32%, quando a norma legal exige no mínimo 60%, comprometendo o mérito das contas.

O relatório técnico registrou também a inobservância a princípios constitucionais e respectivas regras contidas na Lei de Licitações, atraso no pagamento do pessoal do magistério em exercício no Ensino Fundamental, não pagamento de multas e ressarcimento imputados pelo TCM, entre outros.

Ainda cabe recurso da decisão.

Íntegra do voto do relator das contas da Prefeitura de Caetanos.

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

25/11/2021
Nordeste apresenta índices preocupantes sobre evasão escolar
Estudo sobre a Educação durante a pandemia, evidenciou as desigualdades regionais que...[leia mais]
24/11/2021
Prefeita de Sento Sé sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (25/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
23/11/2021
Webinário analisa estudo sobre “Permanência Escolar na Pandemia”
O Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), o Interdisciplinaridade e...[leia mais]
23/11/2021
Câmara de Paulo Afonso e de outros 19 municípios têm contas aprovadas
Os conselheiros e auditores da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia...[leia mais]