Notícias

A+
A-

Aldemir Moreira paga serviços de Obra no valor de R$ R$43.955,45 mas não executa.

12 de julho de 2011

















O
relator, Conselheiro Raimundo Moreira nesta terça feira
(12/07), votou em concordância dos Conselheiros pela
procedência parcial do termo de ocorrência lavrado na
prefeitura de Jaguaquara, sob a responsabilidade de Aldemir Moreira,
em razão das irregularidades no pagamento de despesas no
importe de
R$43.955,45,
por obras não realizadas no exercício de 2010.



A relatoria solicitou
representação ao Ministério Público
Estadual, determinou ressarcimento no valor de R$43.955,45 além
de aplicar multa de R$ 1.500. Cabe recurso.



Foi
identificado que a prefeitura contratou no montante de R$
R$994.860,40 a empresa
Lune
Projetos e Construções Ltda

para
execução
de obras de ampliação e recuperação de
escolas da sede e da zona rural. Restou evidenciado o pagamento
indevido no montante de
R$43.955,45
a
referida empresa, por não ter executado construção
, reforma ou reparos na Escola Alegria de Viver.



O
gestor teve amplo direito de defesa, apresentou
seus
argumentos entretanto não conseguiu descaracterizar a
irregularidade.







Íntegra
do voto

do relator do termo de ocorrência lavrado na prefeitura de
Jaguaquara.



Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

23/09/2021
Diretoria do TCM orienta sobre “Estudo Técnico Preliminar” para contratações
Com o intuito de abordar – de maneira prática e descomplicada – os principais pontos da nova...[leia mais]
22/09/2021
Conselheiro Nelson Pellegrino relata primeiros processos no Pleno do TCM
O conselheiro Nelson Pellegrino participou nesta quinta-feira (23/09) da primeira sessão do...[leia mais]
22/09/2021
Conselheiro Mário Negromonte vai presidir a 2ª Câmara do TCM
O conselheiro Mário Negromonte foi eleito para presidir a 2ª Câmara do Tribunal de Contas dos...[leia mais]
22/09/2021
Auditoria aponta falhas na distribuição de medicamentos em Porto Seguro
A auditoria realizada por técnicos do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia apontou...[leia mais]