Notícias

A+
A-

Jeová Nunes tem representação encaminhada ao MP e terá que devolver mais de R$ 722 mil. por saída irregular de numerários.

26 de julho de 2011


















O
Pleno do Tribunal de Contas dos Municípios, nesta terça-feira
(26/07), julgou procedente o termo de ocorrência lavrado na
Prefeitura de São José da Vitória, da
responsabilidade de Jeová Nunes de Souza, em face de saídas
de numerários sem lastro documental no montante de R$
722.961,36, no exercício de 2006.



O
relator, Conselheiro Paolo Marconi, solicitou representação
ao Ministério Público, determinou ressarcimento ao
erário com recursos pessoais no total de R$ 722.961,36, além
de R$ 4.572,00 pela não prestação de contas da

entidade
civil BENFAM. O relator aplicou ainda multa
de R$ 4 mil. Cabe recurso.



A relatoria identificou
25 saídas de numerários de diversas contas bancárias,
entre os meses de abril e setembro, sem nenhuma comprovação
documental que fundamentasse a movimentação. Foi
detectado também que a gestão repassou à
entidade civil BENFAM a título de subvenção
social um total de R$ 4.572,00, sem apresentar a obrigatória
prestação de contas.



No irrestrito direito de
defesa, o gestor apresentou cópias de extratos bancários
referentes ao exercício de 2009 não descaracterizando
as irregularidades, uma vez que o referido termo de ocorrência
é relativo ao exercício de 2006.



Íntegra do voto

do relator do termo de ocorrência lavrado na prefeitura de São
José da Vitória.















Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

19/01/2022
TCM retoma contagem dos prazos processuais nesta sexta (21)
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia restabelece, nesta sexta-feira (21/01), a fluência...[leia mais]
13/01/2022
Diretoria do TCM divulga novo estudo sobre a lei de licitações
A Diretoria de Assistência aos Municípios – DAM, do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
10/01/2022
TCM passa a exigir comprovante de vacinação para acesso às suas dependências
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia passará a exigir, a partir do dia 17 de janeiro, a...[leia mais]
06/01/2022
Suspensão do prazo para remessa das contas mensais se encerra hoje
Se encerra nesta sexta-feira (07/01) a suspensão do prazo em função do recesso provocado pelas...[leia mais]