Notícias Canto do título

A+
A-

Joseph Bandeira concedeu aumento dos subsídios a si mesmo, ao vice e aos vereadores, sem reajustar os salários dos servidores públicos.

29 de abril de 2009


















O
Tribunal de Contas dos Municípios decidiu na sessão
desta quarta-feira (28/04) não acatar o pedido de
reconsideração do ex-prefeito de Juazeiro Joseph
Bandeira e determinou a restituição de R$ 248 mil aos
cofres públicos municipais, por diversas irregularidades,
conforme termo de ocorrência lavrado por inspetores do TCM em
2007.



A
principal delas foi o aumento dos subsídios dos
agentes políticos, majoração que deveria
contemplar, também, os servidores públicos, o que não
ocorreu.



O
prefeito recebeu a mais o valor de R$ 36 mil; o vice, a quantia de R$
15 mil; enquanto os vereadores perceberam indevidamente R$ 158, 8
mil, totalizando na época o montante de R$ 209, 8 a ser
devolvido aos cofres públicos atualizado e acrescido de juros
de mora.





Íntegra
do voto
do relator, conselheiro Otto Alencar, sobre o pedido de
reconsideração do ex-gestor de Juazeiro.









Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

03/07/2022
TCM promove capacitação sobre nova Lei de Licitações e Contratos
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, através da sua Escola de Contas, vai promover, a...[leia maisTCM promove capacitação sobre nova Lei de Licitações e...]
29/06/2022
Contas de 2020 de Camaçari são aprovadas
Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios emitiram parecer no qual recomendam à...[leia maisContas de 2020 de Camaçari são...]
29/06/2022
Contas das Prefeituras de Angical e Cansanção são rejeitadas
Na sessão desta quinta-feira (30/06), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios...[leia maisContas das Prefeituras de Angical e Cansanção são...]