Notícias Canto do título

A+
A-

O prefeito José Carlos Nascimento também foi advertido a buscar patrocínio com empresas privadas para a realização de festividades no município.

7 de abril de 2015

Na sessão desta terça-feira (07/04), o Tribunal de Contas dos Municípios aplicou multa de R$ 12 mil ao prefeito de Aramari, José Carlos Alves Nascimento, por irregularidades na contratação de bandas e pela irrazoabilidade dos gastos com festividades no exercício de 2013. O relator, conselheiro José Alfredo Dias, recomendou que o gestor busque patrocínio de empresas privadas para suportar esse tipo de despesa, mesmo porque são elas as principais beneficiadas pelos recursos gerados com tais festividades.

A relatoria apurou a realização de dois processos de inexigibilidade de licitação com o objetivo de contratar atrações artísticas para realização de shows no município, tendo como credor a empresa André Habib Baptista do Val, ao custo de R$ 10.800,00 e R$ 183.000,00. Todavia, não houve, como devido, a comprovação de que a empresa contratada seria representante exclusiva dos artistas, em desacordo com a legislação e a regulamentação expedida pelo TCM.

Cabe recurso da decisão.

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

03/07/2022
TCM promove capacitação sobre nova Lei de Licitações e Contratos
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, através da sua Escola de Contas, vai promover, a...[leia maisTCM promove capacitação sobre nova Lei de Licitações e...]
29/06/2022
Contas de 2020 de Camaçari são aprovadas
Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios emitiram parecer no qual recomendam à...[leia maisContas de 2020 de Camaçari são...]
29/06/2022
Contas das Prefeituras de Angical e Cansanção são rejeitadas
Na sessão desta quinta-feira (30/06), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios...[leia maisContas das Prefeituras de Angical e Cansanção são...]