Notícias

A+
A-

Curso é exclusivo para técnicos que ainda não participaram dos seminários sobre o Sistema Integrado de Gestão e Auditoria, que será efetivado pelo tribunal a partir de janeiro de 2010.

18 de dezembro de 2009














O
Tribunal de Contas dos Municípios promove, na próxima
terça-feira (22/12), o último treinamento antes da
implantação definitiva do Sistema Integrado de Gestão
e Auditoria – SIGA, a partir de janeiro de 2010.


O
treinamento é destinado – exclusivamente – a técnicos
(dois por instituição) de prefeituras, câmaras de
vereadores e entidades municipais descentralizadas que ainda não
participaram do curso, a ser ministrado na sede da União dos
Municípios da Bahia – UPB, no Centro Administrativo,


As
inscrições podem ser feitas até segunda-feira
(21/12) pelo portal do TCM (www.tcm.ba.gov.br)


O
TCM, através das resoluções 1.255/07
e 1.267/08,
instituiu o SIGA, para captura e transferência, por via
eletrônica, dos dados e informações da gestão
pública municipal, tornando possível aos seus técnicos
o acompanhamento administrativo e facilitando o exercício da
atividade fiscalizatória e auditorial de competência
constitucional do tribunal.


A
Resolução 1.255/07 adverte que a remessa eletrônica
dos dados dos demonstrativos mensais de receita e despesa dos órgãos
e entidades municipais terá que ser acompanhada,
obrigatoriamente, da remessa desses dados em forma documental,
conforme as regras, instrumentos, prazos e datas anteriormente
estabelecido.


Assim,
a partir de janeiro de 2010, somente serão considerados como
"recebidos" pelo tribunal os demonstrativos enviados por
ambas as formas, documental e eletrônica.


Implantação
gradativa
– A implantação do sistema está
sendo feita feita gradativamente e começou em 2007 pelos
municípios onde estão instaladas as sedes das
Inspetorias Regionais do Tribunal de Contas dos Municípios do
tribunal: Feira de Santana, Santo Antônio de Jesus, Itabuna,
Vitória da Conquista, Jequié, Caetité,
Alagoinhas, Serrinha, Ribeira do Pombal, Irecê, Itaberaba,
Senhor do Bonfim, Ibotirama, Itamaraju, Cachoeira, Valença,
Ipiau, Itapetinga,, Juazeiro, Paulo Afonso, Jacobina, Seabra, Santa
Maria da Vitória, Eunápolis, Barreiras e Camaçari
(que se encontra desativada).


Com
a transferência dos dados e informações das
gestões municipais (prefeituras, câmaras e
descentralizadas) para o TCM, por via eletrônica, são
facilitados os procedimentos auditoriais, reduzindo o espaço
de tempo entre a ocorrência do fato e sua respectiva
apreciação, evitando-se, assim, pela adoção
de medidas corretivas imediatas, eventuais danos e prejuízos
ao erário municipal.


Desta
forma, o sistema propicia a efetivação de gestões
municipais responsáveis e transparentes, tanto no que ao
aprimoramento dos seus processos e procedimentos de trabalho como no
que concerne ao aperfeiçoamento da sua própria gestão
municipal.


O
SIGA é constituído de dois módulos: de captura e
de transferência. O primeiro tem como finalidade efetivar a
captura de dados cadastrais, de demonstrativos mensais de receita e
despesa e de dados relativos e contratos, convênios, obras e
atos de pessoal, dos órgãos e entidades da
administração direta e indireta municipal. Já o
módulo de transferência tem a função de
realizar a remessa eletrônica dos dados capturados, controlando
o registro do seu envio ao TCM.



Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

25/11/2021
Nordeste apresenta índices preocupantes sobre evasão escolar
Estudo sobre a Educação durante a pandemia, evidenciou as desigualdades regionais que...[leia mais]
24/11/2021
Prefeita de Sento Sé sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (25/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
23/11/2021
Webinário analisa estudo sobre “Permanência Escolar na Pandemia”
O Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), o Interdisciplinaridade e...[leia mais]
23/11/2021
Câmara de Paulo Afonso e de outros 19 municípios têm contas aprovadas
Os conselheiros e auditores da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia...[leia mais]