Notícias

A+
A-

Ex-prefeito Deusdete de Souza Araújo comprovou, com base em dados do Ministério da Saúde, existência de R$ 34.076,67 em recursos do exercício de 2008, que só efetivamente ingressaram nas contas do município no decorrer de 2009.

4 de março de 2010














O
Tribunal de Contas dos Municípios decidiu, nesta quinta-feira
(04/03) acatar o pedido de reconsideração em relação
às contas de 2008 da Câmara de Matina, alterando o
parecer inicial de rejeição para aprovação
com ressalvas.


O
relator do processo, conselheiro Fernando Vita, deu provimento
parcial às alegações do gestor, Ivaildo Vieira
Brito, que apresentou comprovante de recolhimento da
multa de R$ 1.500,00 aplicada no exercício precedente, que
servira de embasamento para a rejeição das contas.


Quanto
às demais irregularidades no relatório anual, ainda que
as alegações apresentadas não sejam suficientes
para dar suporte às modificações pretendidas
pelo gestor, estas não motivam a rejeição da
prestação de contas”, concluiu o relator
,
que determinou a aplicação de uma nova multa, no valor de R$ 800.






Íntegra
do voto do relator.
(O voto ficará disponível no portal
após a conferência.)







Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

23/09/2021
Diretoria do TCM orienta sobre “Estudo Técnico Preliminar” para contratações
Com o intuito de abordar – de maneira prática e descomplicada – os principais pontos da nova...[leia mais]
22/09/2021
Conselheiro Nelson Pellegrino relata primeiros processos no Pleno do TCM
O conselheiro Nelson Pellegrino participou nesta quinta-feira (23/09) da primeira sessão do...[leia mais]
22/09/2021
Conselheiro Mário Negromonte vai presidir a 2ª Câmara do TCM
O conselheiro Mário Negromonte foi eleito para presidir a 2ª Câmara do Tribunal de Contas dos...[leia mais]
22/09/2021
Auditoria aponta falhas na distribuição de medicamentos em Porto Seguro
A auditoria realizada por técnicos do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia apontou...[leia mais]