Notícias

A+
A-

Ministro Augusto Nardes quer estabelecer compromissos com a governança pública.

29 de agosto de 2014

O presidente do Tribunal de Contas da União, ministro Augusto Nardes, defendeu hoje (29/08), em Salvador, que os tribunais de contas brasileiros se tornem protagonistas no processo de planejamento e de gestão pública de modo a evitar o desperdício de recursos em obras e na execução de políticas públicas na educação, saúde e em outros setores. Para ele, além de fiscalizar, é dever dos tribunais de contas, que dispõem de corpo técnico qualificado, contribuir para qualificar a governança pública de contribuir para enfrentar os gargalos que impedem o desenvolvimento nacional sustentável.

Em palestra para prefeitos, dirigentes estaduais e conselheiros de contas de tribunais de diversos estados sobre “Governança pública para o desenvolvimento sustentável, além de defender um novo “pacto federativo e um novo pacto pela governança”, o ministro Nardes condenou a cultura da improvisação, da falta de planejamento na execução de obras e alertou para os prejuízos que causam às finanças do país. Citou como exemplos, a transposição do rio São Francisco, a Refinaria do Abreu de Lima, em Pernambuco e o pólo petroquímico do Rio de Janeiro, cujas obras tiveram custos multiplicados e que ainda não estão concluídas. “Isto porque, cuidados básicos não foram adotados, como por exemplo, um projeto executivo antes do início das obras”, explicou.

Ele anunciou que o TCU, junto com tribunais estaduais e dos municípios de todo o país estão elaborando um diagnóstico sobre o Brasil que ele pretende apresentar ao presidente eleito nas eleições de novembro, sugerindo correções nas políticas públicas e na própria gestão, para tornar a administração mais eficiente e qualificar melhor o serviço prestado à população. Ao defender esta nova postura das cortes de contas – cuja tarefa principal é fiscalizar -, ele disse que “hoje os tribunais vê árvores, não a floresta”. E explicou; “ As cortes de contas puniram, este ano, cerca de 14 mil gestores, que foram denunciados com base na Lei da Ficha Limpa. Mas o que mudou no retrato do Brasil?”

O presidente do Tribunal de Contas do Municipio do Rio de Janeiro, Thiers Montebello, ressaltou, no evento, a responsabilidade que o presidente do TCU assumiu neste processo. “Augusto Nardes é o nosso reitor neste processo e é elogiável a sua preocupação com o desenvolvimento, com as boas práticas administrativas” .

O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, conselheiro Francisco Netto disse que este novo papel atribuído aos tribunais tem levado não somente à inovação dos processos de trabalho e à qualificação dos seus quadros, mas, também, a agregar uma dimensão orientadora e de proximidade com os juridiscionados, para evitar desperdícios e, consequentemente, melhor prestação de serviço aos cidadãos.

Destacou ainda que o ministro Augusto Nardes, nesta peregrinação pelo país tem disseminado um conjunto de mecanismos de liderança, estratégia e controle “com o propósito de auxiliar as administrações das diferentes esferas de governo, a avaliar, direcionar, monitorar e incentivar as atuação da gestão, com vistas à condução de políticas públicas e à prestação de serviços de interesse da sociedade com melhor qualidade e co m maior eficiência”.

O presidente do Insituto Ruy Barbosa, conselheiro Sebastião Helvécio, que também participou do evento, disse que o presidente do TCU “é o grande menestrel do desenvolvimento” com esta campanha hoje no país em prol da boa governança. “É importante que os tribunais desenvolvam o melhor trabalho técnico, no sentido da governança, para que aqueles que têm a legitimidade do voto possam adotar as melhores políticas para o desenvolvimento nacional, esta é a nossa responsabilidade”, frisou.

A conferência do presidente do TCU, Augusto Nardes, foi realizada no Bahia Café, no Centro Administrativo de Salvador e reuniu além de dirigentes públicos, conselheiros de contas, centenas de prefeitos, que elogiaram a iniciativa e se manifestaram dispostos a contribuir na elaboração de informações que irão compor o diagnóstico que se pretende fazer sobre os investimentos em Saúde, Educação, Segurança e Infraestrutura no país.

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

05/12/2021
TCM promove IV Encontro Técnico de Controle Externo
Auditores estaduais e demais profissionais que compõem o corpo técnico do Tribunal de Contas dos...[leia mais]
05/12/2021
Auditora do TCM participa de live sobre o “novo Fundeb”
A auditora de controle externo do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, Karina Menezes...[leia mais]
05/12/2021
Diretoria do TCM divulga estudo sobre “critérios de julgamento” nas licitações
A Diretoria de Assistência aos Municípios – DAM, do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
02/12/2021
TCM promove sorteio prévio para processos referentes a 2022
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia realizou, na sessão dessa quinta-feira (02/12), o...[leia mais]