Nepotismo – Súmula Vinculante XIII

A+
A-
WP_Post Object ( [ID] => 16585 [post_author] => 26 [post_date] => 2017-05-16 15:25:37 [post_date_gmt] => 2017-05-16 18:25:37 [post_content] =>

RESUMO DO PROCESSO N° 10864-1, ELABORADO PELA DAM, APROVADA PELA PRESIDÊNCIA DESTA CORTE DE CONTAS, NO QUE TOCA A NOMEAÇÃO DE PARENTES PARA OCUPAR CARGOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, CONFIGURANDO A PRÁTICA DO NEPOTISMO.

A nomeação de parentes para ocupar cargos na Administração Pública, prática conhecida como Nepotismo, sempre esteve presente na política nacional. Com a promulgação da Constituição Federal de 1988, esta conduta revela-se incompatível com o ordenamento jurídico pátrio, pois, através dos princípios da impessoalidade, moralidade, eficiência e isonomia, evita-se que o funcionalismo público seja tomado por aqueles que possuem parentesco com o governante, em detrimento de pessoas com melhor capacidade técnica para o desempenho das atividades.

A Súmula Vinculante nº 13 do E. Supremo Tribunal Federal, aprovada em 21 de Agosto de 2008, dispõe que:

A nomeação de cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, inclusive, da autoridade nomeante ou de servidor, da mesma pessoa jurídica investido em cargo de direção, chefia ou assessoramento, para o exercício de cargo em comissão ou de confiança, ou ainda, de função gratificada na administração pública direta e indireta em qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios compreendido o ajuste mediante designações recíprocas, viola a Constituição Federal.”

Vale ressaltar, que situações de nepotismo só ocorrem quando as características do cargo ou função ocupada habilitam o agente a exercer influência na contratação/nomeação de um servidor. Sendo assim, na nomeação de servidores para o exercício de cargos ou funções públicas, a mera possibilidade de exercício dessa influência basta para a configuração do nepotismo.

À título meramente exemplificativo, ressaltamos que a nomeação de parentes para cargos em comissão, ainda que nenhum deles possua vínculo efetivo com a administração pública, nem as funções apresentem similaridade ou impliquem em subordinação hierárquica entre eles, configura nepotismo.

Este TCM, ao examinar a prática de Nepotismo quando em nomeações realizadas pelo Chefe do Executivo Municipal, de agentes políticos, em face das recentes decisões do Supremo Tribunal Federal, definiu pela Instrução Cameral 001/11-1ªC que os cargos políticos (v.g. ministros de estado, secretários) podem ter como ocupantes o cônjuge, companheiro, parente em linha reta, colateral ou por afinidade de qualquer autoridade e de qualquer poder, observando até mesmo ajuste mediante designações recíprocas”.

Por fim, nesta situação, a análise será feita “caso a caso”, utilizando como vetor de orientação “a justificativa de natureza profissional, curricular ou técnica para nomeação do parente ao cargo de secretário municipal”, cabendo à Municipalidade a observância dos princípios da impessoalidade e moralidade, esculpidos na Carta Federal.

 

Fonte: Diretoria de Assistência aos Municípios 

[post_title] => Nepotismo - Súmula Vinculante XIII [post_excerpt] => [post_status] => publish [comment_status] => closed [ping_status] => closed [post_password] => [post_name] => nepotismo-sumula-vinculante-xiii [to_ping] => [pinged] => [post_modified] => 2017-05-16 15:25:37 [post_modified_gmt] => 2017-05-16 18:25:37 [post_content_filtered] => [post_parent] => 0 [guid] => http://www.tcm.ba.gov.br/?post_type=informe-dam-post&p=16585 [menu_order] => 0 [post_type] => informe-dam-post [post_mime_type] => [comment_count] => 0 [filter] => raw )

Contas da Câmara de Itambé são rejeitadas; outras 15 são aprovadas
20/10/2021
Contas da Câmara de Itambé são rejeitadas; outras 15 são aprovadas
Os conselheiros e auditores da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia...[leia mais]
Aprovadas contas de mais dez câmaras; as de Brejolândia são rejeitadas
20/10/2021
Aprovadas contas de mais dez câmaras; as de Brejolândia são rejeitadas
Na sessão desta quarta-feira (20/10), realizada por meio eletrônico, os conselheiros e...[leia mais]
20/10/2021
Ex-prefeito de Serrolândia é multado pela admissão irregular de pessoal
Na sessão desta quarta-feira (20/10), realizada por meio eletrônico, os conselheiros e auditores...[leia mais]
19/10/2021
Prefeito de Cícero Dantas é punido pelo pagamento irregular à empresa
Na sessão desta terça-feira (19/10), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do...[leia mais]
18/10/2021
Municípios têm até o dia 05 de novembro para divulgar plano de adequação ao SIAFIC
Os municípios baianos que ainda não cumpriram a determinação, têm até o dia 05 de novembro...[leia mais]
15/10/2021
4º Encontro Técnico de Governança e TI reúne autoridades de todo o Brasil
Com o propósito de debater e compartilhar boas práticas e soluções de tecnologia aplicadas...[leia mais]
14/10/2021
Palestra no TCM marca Dia Internacional do Idoso
Em atenção às comemorações ao Dia Internacional do Idoso, celebrado no último dia 1º de...[leia mais]
14/10/2021
Webinário discute “Gestão de Pessoas e Educação Continuada nas Organizações Públicas”
A Escola de Contas do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, em parceria com o Conselho...[leia mais]
14/10/2021
Liminar suspende licitação em Porto Seguro
Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia ratificaram, na sessão desta...[leia mais]
14/10/2021
Contas de 2018 da Câmara de Jacaraci são rejeitadas
Na sessão desta quinta-feira (14/10), realizada por meio eletrônico, os conselheiros do Tribunal...[leia mais]

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno