Notícias

A+
A-

A relatoria emitiu novo voto pela aprovação com ressalvas das contas, imputando multa de R$ 4 mil e mantendo o ressarcimento de R$ 5.400.

14 de fevereiro de 2012





Na sessão desta terça

Na
sessão desta terça-feira (14/02), o Tribunal de Contas dos Municípios acatou
o pedido de reconsideração das contas da Câmara de Livramento
de Nossa Senhora
, da responsabilidade de Ilídio de Castro, relativas ao
exercício de 2010.

A
relatoria emitiu novo voto pela aprovação com ressalvas das contas, imputando
multa no valor de R$ 4 mil ao gestor, pelas irregularidades remanescentes no
parecer, e mantendo a determinação de ressarcimento aos cofres municipais na
quantia de R$ 5.400,00.

No
pedido de reconsideração, o recorrente encaminhou comprovante de ressarcimento
de parte das diárias no valor equivalente a R$ 78.400,00, uma vez que o valor
das despesas com diárias havia sido calculado em R$ 195.450,00, reduzindo o
percentual de 14% para 8,38% dos duodécimos transferidos, durante o exercício,
minimizando, dessa maneira, o questionamento sobre o mérito das contas em
exame, muito embora o gasto continue ainda elevado.

Íntegra
do voto
do relator do pedido de reconsideração das contas da Câmara de
Livramento de Nossa Senhora.

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

02/12/2021
TCM promove sorteio prévio para processos referentes a 2022
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia realizou, na sessão dessa quinta-feira (02/12), o...[leia mais]
02/12/2021
Diretor da Escola de Contas participa de evento sobre Governança Pública
O diretor adjunto da Escola de Contas do TCM, professor José Francisco de Carvalho Neto,...[leia mais]
01/12/2021
TCM amplia participação nas redes sociais
O Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia ampliou a sua presença nas redes sociais e desde...[leia mais]
01/12/2021
Auditor do TCM participa de evento sobre obras públicas
O auditor estadual de Infraestrutura, Bartolomeu Lordelo, representou o Tribunal de Contas dos...[leia mais]