Notícias

A+
A-

Ex-gestor deverá ressarcir ao erário municipal, com recursos pessoais, mais de R$ 100 mil, pela saída de numerário do FUNDEB sem documento de despesa.

5 de maio de 2011














Na
sessão desta quinta-feira (05/05), o Tribunal de Contas dos
Municípios julgou parcialmente procedente o termo de
ocorrência contra o ex-prefeito de Tanquinho, Moacir Brandão
Pinto,
em
face da saída
de
numerário sem os documentos de despesas correspondentes, no
montante de
R$
224.612,38 da conta específica do FUNDEB, no exercício
de 2007.



Em
sua defesa o gestor conseguiu comprovar a saída de numerário
da referida conta no montante de R$ 123.679,01, descaracterizando
apenas parcialmente a irregularidade.



O
relator, conselheiro Paolo Marconi, após analise do processo,
solicitou a formulação de representação
ao Ministério Público contra o ex-gestor, determinando
ressarcimento ao erário municipal no valor de R$ 100.933,37,
com recursos pessoais, além de imputar multa no valor de R$ 1
mil. Cabe recurso da decisão.



Íntegra
do voto
do relator do termo de ocorrência lavrado na Prefeitura
de Tanquinho. (O voto ficará disponível após
conferência).






















Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

17/05/2022
Prefeito de São José da Vitória deve devolver recursos aos cofres municipais
Na sessão desta quarta-feira (18/05), os conselheiros da 2ª Câmara do Tribunal de Contas dos...[leia mais]
17/05/2022
Presidente do TCM participa de reunião sobre a LDO
O presidente do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia, conselheiro Plínio Carneiro Filho,...[leia mais]
16/05/2022
Sete prefeituras têm contas aprovadas
Na sessão realizada nesta terça-feira (17/05), os conselheiros do Tribunal de Contas dos...[leia mais]
16/05/2022
Contas de quatro prefeituras são rejeitadas
Os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia emitiram, na sessão desta...[leia mais]