Notícias

A+
A-

Milton Rabelo Júnior foi multado em R$ 8 mil pelas irregularidades na aquisição exorbitante de derivados de petróleo.

10 de junho de 2014

O prefeito de Nazaré, Milton Rabelo Júnior, foi multado em R$ 8 mil pelos conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios, na tarde desta terça-feira (10/06), devido aos gastos exorbitantes com combustíveis, em diversos exercícios.

A relatoria constatou pelo Sistema Integrado de Gestão e Auditoria – SIGA que, em 2010, 2011 e 2012, foram gastos com combustível os valores de R$494.501,21, R$846.708,23 e R$626.896,36, respectivamente, sem apresentação de comprovantes para as despesas realizadas, reflexo do descontrole administrativo. Os gastos exagerados não se justificam, na medida que o município possui somente 27.274 habitantes, com limitados 254 quilômetros quadrados de extensão territorial, ausente de distritos e povoados, ficando a 54 km de Salvador.

Além da irregularidade informada, o gestor também não deu publicidade à tomada de preços nº 001/2009, de valor estimado em R$650.000,00, desobedecendo o art. 61, da Lei Federal nº 8.666/93.

O gestor apresentou sua defesa, que não foi suficiente para descaracterizar as irregularidades informadas no processo.

Íntegra do voto da denúncia formulada contra a Prefeitura de Nazaré.

 

 

 

 

 

 

Smart News

Acompanhe a Gestão do Seu Município

Agenda

Confira a agenda do Tribunal para cada município. Clique na data destacada.

Últimas Decisões do Pleno


Mais Notícias

25/11/2021
Nordeste apresenta índices preocupantes sobre evasão escolar
Estudo sobre a Educação durante a pandemia, evidenciou as desigualdades regionais que...[leia mais]
24/11/2021
Prefeita de Sento Sé sofre representação ao MPE
Na sessão desta quinta-feira (25/11), os conselheiros do Tribunal de Contas dos Municípios da...[leia mais]
23/11/2021
Webinário analisa estudo sobre “Permanência Escolar na Pandemia”
O Comitê Técnico da Educação do Instituto Rui Barbosa (CTE-IRB), o Interdisciplinaridade e...[leia mais]
23/11/2021
Câmara de Paulo Afonso e de outros 19 municípios têm contas aprovadas
Os conselheiros e auditores da 1ª Câmara do Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia...[leia mais]